66

Bolsas Réplicas: É Muito Cafona Ter Uma?

 Bolsas Réplicas: É Muito Cafona Ter Uma?

       Bolsas Réplicas: Uma questão de opinião!

As famosas bolsas réplicas ou “genéricas” estão em nosso meio desde que o mercado "negro" conseguiu replicar as marcas famosas que tanto amamos, adoramos, e idolatramos. Para esse mercado de bolsas réplicas, o céu não é o limite! Hoje em dia conseguimos encontrar praticamente TODAS as grandes marcas replicadas nas mais diversas qualidades, quantidades, cores e modelos. Temos réplicas tão autênticas que em alguns casos é difícil distinguir em uma primeira "olhada" se estamos diante de uma bolsa réplica ou não. De qualquer maneira, já antecipo que o artigo visa apenas abordar o tema com um tom mais de humor do que julgativo, uma vez que não entrarei no mérito sobre o fato de se comprar réplicas ser algo lícito ou não de se fazer.

Sem sombra de dúvidas, uma das marcas mais copiadas é a famosa bolsa da Louis Vuitton. Quem nunca foi ao shopping e notou a quantidade de bolsas da Louis Vuitton que temos transitando atualmente? Porém, sempre que vejo uma, não deixo de pensar? – Será que é original mesmo? Daí, faço o que acredito que a maioria da mulherada faz também: Olho o “estilo” e o “look” da fulana que carrega a bolsa. Daí, dou o meu "julgamento final" acreditando estar com a opinião correta.

jimmy choo espadrilles+louis vuitton speedy bag

 

É horrível dizer isso, mas nós mulheres no quesito "julgamento de estilo", somos implacáveis. Infelizmente essa é a pura verdade! No entanto, voltando e respondendo a pergunta que fiz acima: É muito cafona ter uma bolsa réplica? Te respondo: Depende. Isso porque cada mulher tem uma opinião formada sobre usar ou não réplicas. Existem aquelas que não se importam, aquelas que condenam o uso veementemente, e aquelas que ainda não tem uma opinião formada. Por isso, a minha pergunta vai para você primeiro: Em qual das categorias, você se encaixa?

Responder essa pergunta é o que basicamente vai dizer se é cafona ou não usar uma réplica. Só para ilustrar, eu adoro bolsas e adoro marcas caras de bolsas. É um vício, eu sei! Porém, não sou rica a ponto de poder comprar T-O-D-A-S as bolsas que gostaria. Dessa forma, acabo escolhendo uma marca mais acessível tais como Guess, MK e outras que consigo pagar para assim poder ter uma bolsa de grife original, já que Fendi, Dior e Channel estão fora de cogitação para mim no momento. No entanto, conheço sim amigas e conhecidas que compram réplicas das marcas que gostariam de ter, mas que infelizmente não podem comprá-las originais dado seu valor estratosférico. Como vocês podem ver a aquisição de uma bolsa deste tipo terá muito a ver com a maneira que você acredita que seja significativo seu uso.


Além disso, sempre que falo sobre esse tema, uso como exemplo uma das mulheres mais ícones de moda de todos os tempos. Uma mulher, que segundo o livro o Evangelho de Coco Chanel (p. 13), usava jóias falsas a quais hoje chamamos carinhosamente de bijoux e roupas de "jersey" e tornou-se notória pelo seu estilo único e peculiar: Coco Chanel. Foi Chanel que inseriu as pérolas falsas como acessórios de vestuário e fez da jersey que era um tecido tido como "furreca" tornar-se célebre. Essa mesma mulher também ousou a dizer “Vista-se mal e eles lembrarão da sua vestimenta. Vista-se impecavelmente, e eles se lembrarão da mulher”.

Para uma mulher como Chanel, pouco importava-se se as damas da sociedade soubessem que as pérolas dela eram falsas ou não. Ela não pararia de usá-las simplesmente porque outras a achariam brega. Ela literalmente não estava nem aí. Ela tinha personalidade suficiente para honrar e assumir suas próprias escolhas. E é isso que quero convidar você a fazer com esse texto. Use ou não uma réplica apenas se assim você quiser. Fim de conversa!

bolsas réplicas

Quem me conhece sabe que sou maluca pelas coisas da Chanel, porém infelizmente não posso comprar tudo dessa marca. Snif! Snif! crying Mas que fique claro que eu gosto da Chanel pelo estilo que Coco imprimiu a marca e não porque é modismo ou chic gostar de Chanel. Gosto porque me identifico com a mulher que Coco Chanel foi. A sua história de vida é fascinante e ela foi uma visionária quando criou seu estilo próprio em uma época extremamente tradicional. Ela desafiou gigantes e construiu seu próprio estilo numa época onde poucos paradigmas eram quebrados. Então, já que as bolsas são um pouco caras para mim, acabo me contentando com os perfumes, esses sim, todos ORIGINAIS da marca. Quem sabe meu marido depois de ler esse artigo resolva me presentear com uma. Eu bem que iria gostar (risos).

Por isso, voltando a minha pergunta, eu não acho que o cafona seja usar a réplica. O cafona é não cuidar do estilo que compõe o look. Cafona é não saber o que você quer e deixar-se moldar pela opinião alheia. Saiba primeiro se você aceitaria utilizar uma réplica e somente depois pense no look. Seja réplica ou não, qualquer look com uma bolsa dita de grife pede por um look mais elaborado, ainda que casual. Portanto, é necessário um cuidado maior ao montar uma composição de peças. Quando a composição é harmoniosa, o acessório dá uma beleza extra ao look. Porém, quando a composição não é equilibrada acabamos tendo o efeito oposto, ou seja, catastrófico.

lounge chairs+marc jacobs dress+louis vuitton bag -2-light

Por isso, cuidado e bom gosto são palavras-chaves aqui não importa a procedência do acessório. Infelizmente, a grande verdade é que as grifes da alta costura são inacessíveis para a maioria de nós mortais, caso contrário o mercado negro não exisitiria, não é mesmo? Por isso, se você não tem 7 mil reais para gastar numa FENDI baguette, mas ainda sim quer uma…tenha a que você consiga comprar, pois você será julgada pelos outros não importa se sua bolsa é verdadeira ou não.

Para terminar, e ainda citando o mesmo livro (p.28): "Estilo é saber quem você é e o que você quer dizer, e não ligar a mínima para os outros." E Chanel era exatamente assim. Ela não dava a mínima para o que os outros falavam! Portanto, amiga libere seus medos e decida-se naquela primeira pergunta que eu lhe fiz! Réplica ou não, como diria Chanel: "A moda é passageira, o estilo dura para sempre. Por isso, pare de se preocupar com os outros e procure encontrar o que lhe agrada, lhe deixa bonita, e principalmente, naquilo que se encaixa em seu orçamento. O resto, é bobagem!

Esse texto te ajudou? Curta e compartilhe! Ajude-me a ajudar outras pessoas!

#sejadobemvocetambém  #triadedabeleza

 

Beijo grande e até quarta!

Assinatura Amanda

 
 
 

 

 

 

 

Créditos de imagens:
https://www.flickr.com/photos/lovemaegan/4579621073/
https://www.flickr.com/photos/lovemaegan/5147284907/
https://www.flickr.com/photos/lovemaegan/4546159086/
https://www.flickr.com/photos/lovemaegan/5147312655/
o restante das imagens pertencem ao meu arquivo pessoal

66 Comments

  1. Olha eu aqui! Que honra ser mencionada como uma pessoa de estilo. E te digo, só falo que é uma honra porque pra mim TER ESTILO É TUDO. To contigo e não abro Amandinha, o importante é fazer o que te faz se sentir bem, seja réplica ou não. Não tem que ter medo de ser brega, ser brega é não ser quem você quer ser!

    Beijo grande minha linda e sucesso sempre.

    • Obrigado a você, minha querida! Adoro seus textos, seus temas! Adoro sua pessoa e a amizade que temos dentro da blogosfera! É uma grande alegria ser sua amiga e assim como você, também penso que personalidade é tudo. Ter estilo, é ter personalidade. Não dá para ser uma coisa sem outra. Beijos e obrigado pela visita!!

        • Olá Cris! Tem um site que chama Paris bolsas, acho que você pode tentar encontrar algo por lá. Bjos

  2. Amandaaaaaa….

    Na verdade fiquei surpresa com varios assuntos e novidades que não tinha visto… "Casamento de All Star" tem que ter uma personalidade unica mesmo… #adoropessoascompersonalidade

    Amei a ideia do marido ler o post e comprar coisinhas que qureremos original né <3

    Para responder sobre o post, eu concordo com você quando diz que "faça um look impecável, e use sua bolsa réplica sem medo".

    <3 Sou totalmente de acordo com o seu texto.

    Um Grande Beijo Linda!

    • Obrigado querida pela visita! O comentário do marido era só pra descontrair. Espero que tenha gostado dos assuntos abordados!! Beijo grande!!

  3. Amandita eu amei o post, também sou desta opinião e também adoro a Coco Chanel, nunca tive uma réplica nem uma original, pois ainda não tive vontade de ter, porém no momento se eu tivesse seria a réplica kkkkk meu bolso não comporta uma original, mas se for pra eu ter que seja uma réplica bem feita como você falou. Arrasou bju bju 

    • Olá Raquel, não sei se você viu, mas deixei dois links de lojas que fazem réplicas perfeitas. Vale a pena conferir, viu! Obrigado pela visita e por comentar. Beijos!

  4. Oi Linda,tem Replicas de bolsas que vale a pena comprar por ser muito parecida com a original,

    mas já vi varias com cara de 25 março,kkkk ai não dá.

    Para mim Comprar uma Replica só Bolsa mesmo,pq sou chata quero tudo original,se não não compro,kkk

    Adorei o Post. Bjs

     

    • Oi Eliane, também sou como você. Se der, prefiro sempre a original. Mas foi como eu disse, marcas que não sou tão apegada não me importo de comprar a réplica. Beijos e obrigado pela visita!

  5. Coincidentemente comprei a minha primeira réplica faz uns 20 dias. Eu nunca tive uma bolsa de grife original porque antes eu não tinha condições (e também nunca tinha tido vontade) e hoje tenho outras prioridades. rs Mas, de tanto ver as minhas clientes usando, e olhando nas vitrines do shopping onde trabalho, e pesquisando sobre as marcas, me veio uma enorme vontade de comprar uma Victor Hugo de um modelo específico. Pensei em comprar a original, mas nào tive coragem de pagar o preço. Lembrei de uma loja onde uma antiga amiga que era muito chique comprava (sendo que ela também tinha alguns modelos originais).Comprei uma linda que vem com todos os detalhes idênticos. Mas, pra concluir: não usei até hoje. Me sinto muito brega com ela. Meio poser, sei lá. Daqui uns dias eu vou fazer um look do dia no blog e só vc vai saber que é uma réplica. haha! Bjs. http://www.meupecadopredileto.com.br

    • Olá Rafaela!! Muito legal seu comentário! Não se sinta poser não. Se gostou da sua réplica, use-a sem medo. Eu também deixei dois links de lojas que fazem réplicas perfeitas. Vale a pena conferir, viu! Obrigado pela visita e por comentar. Beijos!

        • Olá Van, as lojas que eu costumava comprar não estão mais operante, pelo menos o link não funciona mais. Eu atualmente vou no enjoei e tento ver itens qu estão em preços legais. Você já viu algo lá? Beijos

  6. Ter estilo é tudo né!? O que vc falou é verdade, aqui na minha cidade tem lugares que dividem as réplicas, tipo, réplica de primeira linha, de s egun da e por aí vai…. Tinha uma LV que era réplica primeira linhas, mas já umas aqui da MK que são tão falsas que o MK tá de cabeça pra baixo, aí não dá, né!? kkkkkkkkkkkk. Meu sonho de consumo é er alguma coisa da chanel, haha.

    Mas a pergunta que não quer calar, qual é a réplcia que vc falou???? Curiosissima, haha

    Bjos, Amandinha

    • Olá Adriana!! A réplica é a bolsinha da Prada. Prada é uma marca muito, muito, muito cara. Então, quando tive a oportunidade de comprá-la, eu não pensei duas vezes. Eu também adoro Chanel!! É um tudo!!! Beijos e obrigado pela visita!!!

  7. Amei o post… Realmente essas bolsas são uma tentação… Mas penso como você! Se você é MUITO fã de uma marca, acho que vale a pena investir na original, porém nem sempre dá… Por isso também procuro as 'menos grosseiras' e me jogo rsrsrs…
    Beijinhos – Au Revoir!
    http://www.vidaemrosa.com

     

    • Olá Paloma!

      Obrigado pela visita! que bom que pense assim também. Hoje estava falando com uma amiga que me disse que conseguiria um desconto na bolsa da Chanel original…e que ela sairia por 11 mil…Daí pensei: claro! sqn rs. Um pouquinho longe da realidade, né?

      Beijo grande!!

  8. Oi querida! Adorei seus comentarios sobre o usar ou nao. Concordo plenamente! Queria te fazer uma pergunta: entrei nos dois sites de bolsas de réplicas, mas, por fotos todas parecem idênticas às originais. A pergunta é: as da Réplica sao bem próximas às originais? Vc ja viu alguma? Andei dando uma olhada e uma comparada na Speedy da LV, mas, nas fotos todas são perfeitas….
    Se vc puder me orientar vou ficar mega agradecida…

    • Olá Fátima! Tudo bem? Então, recentemente fiz um publipost sobre o modelo da Louis Vuitton Neverfull e recebi de um outro site (Paris Bolsas) a bolsa para inspecionar e avaliar. Gostei bastante do produto tanto que resolvi fazer o post sobre eles. Se quiser,  recomendo esse outros dois sites até mais que os sites que coloquei aí quando fiz o post. Achei os preços e condições também mais atrativas nesses dois sites que to te deixando o link. De qualquer maneira dá uma olhadinha e vê se gosta. http://parisbolsas.com.br/http://lampiaodeofertas.com.br/. Vale a pena!! Beijo grande!! Espero ter ajudado!!

  9. Amei a matéria! Acho que muitas pensam como você mais não tem coragem de falar assim abertamente. Realmente as réplicas estão perfeitas e principalmente a famosa réplica"italiana" a quem diga que só um especialista para saber se é ou não original. Comprei uma Premium na loja boutiquerenatamonteiro.com ( Desculpa se eu não posso colocar link, pode bloquear meu comentário, só queria te passar a loja)  e a bolsa é maravilhosa, eu gostei muito. Jamais poderia comprar a Dior original. A verdade é que tem muitas rickas ai usando réplicas e falando que é original, e no carrão importado quem vai falar que não é ne? rsrsrs

    • Olá Julia! Obrigado pela visita e pelo comentário! Me alegra saber que gostou do artigo. Atualmente o mercado de réplicas no Brasil movimenta tanto dinheiro quanto as originais. Até saiu um artigo sobre isso uma vez na Veja SP. Conheço muitas mulheres que possuem um excelente padrão de vida e que poderiam comprar bolsas originais e que no entanto compram réplicas. É óbvio que não saem contando isso à Deus e todo mundo, mas existem mulheres assim de monte. Acho que a grande verdade é que o problema maior não querer comprar a réplica ou a original, mas ficar "condenando" moralmente quem opta comprar réplicas. Esse falso moralismo é que me mata. Basicamente quem opta por comprar um réplica é simplesmente porque não pode ou não quer gastar muito com bolsas originais. Ponto final. Mas sempre ficamos com medo do que os outros vão achar e falar. Por isso que resolvi escrever o artigo. Acho que quando as pessoas se libertam do medo do que os outros podem ou vão falar, nossas escolhas passam a ter valor somente para nós mesmas. Beijo grande!! 

  10. Olá! Gostei muito da sua matéria! Eu sou mais humilde, todas as minhas bolsas são da Kipling originais que AMO! O problema é comprar uma réplica e dizer para as amigas que é verdadeira! 

    • Adorooo a Kipling! Adorooo!! Concordo com você que mentir para as amigas não rola né? Acho que o pessoal faz todo um tabu em volta disso, mas se podem, vão sim na 25 de março e se jogam nas imitações rs. Falso moralismo, né? Obrigado pela visita!! Beijo grande!!

  11. Assim como você eu sou apaixonada por bolsas, acessórios, estilo.

    Mas não tem como ter todos estes mimos originais ( Prada, Chanel, Céline, Hermés…. ). Não me importo de comprar réplica, desde que seja perfeita. 

    Tem um site que sempre realizo minhas compras de bolsas, se quiser eu posto o nome do site pra você e suas leitoras darem uma olhadinha, já compro lá a 4 anos. 

     

  12. Amei o seu blog
    Eu tenho uma replica da bolsa prada saffiano preta, linda ando com ela pra todos os lados rsrs , não gosto muito de replicas da Louis Vuitton porque vendem elas em todos os lugares então todo mundo tem já Prada são poucas que vemos por ai. Claro ninguém nunca perguntou se é original então deixo quem pensem o que quiserem rsrsrs 
    Agora uma boa dica pra quem realmente quer uma bolsa original mas não tem tanto dinheiro para gastar é comprar bolsa usada, tem varios sites que vendem bolsas originais de segunda mão em otimo estado e por um preço mais em conta 

    • Olá Débora!! Adorei você ter mencionado a possibilidade de comprar as  "originais" usadas. Quando escrevi esse artigo pela primeira vez, não mencionei essa possibilidade e eu acho muito válida principalmente se você deseja mesmo um modelo original. Um beijo enorme e super obrigado pela visita!!  

  13. Cafona é ter a original e andar de ônibus, agora se a pessoa tem um belo carro e andar com boas réplicas dificilmente alguém vai achar q é falso.

  14. Olá Amanda!

    Não encontrei os links das lojas que vendem réplicas. Quais são as lojas que vendem réplicas perfeitas?

    Obrigada!

     

    • Olá Flavia,

      As antigas lojas que eu comprava não estão mais vendendo. 🙁 ;( estou sem indicações. Sorry! Beijo grande!

    • Olá Simone! Atualmente não sei mesmo! Me falaram que mudou a qualidade dos produtos vendidos…então estou meio no escuro. Beijos!!

    • Simone, Eu comprei recentimente e gostei muito. Mas a proxima compra vou optar por receber nos EUA, por que o prazo é bem menor pra lá e o frete é gratis.

  15. Talvez não seja nem cafona, afinal, se você estiver em uma festa com uma Chanel falsa, NINGUÉM saberá se ela é original ou não. 

    Mas é uma extrema burrice pagar caro por uma "réplica bem feita" que nunca poderá ser revendida depois. É importante falar que muitas mulheres investem em bolsas de baixa produção ou de edição limitada para vender a preços estratosféricos depois, como uma Hermés. É um investimento inteligente no mundo do luxo, assim como investir em ouro. 

    Uma "réplica bem feita" daquela Chanel Classic Flap Preta (que é feita aos montes todo mês pela própria Chanel), do padrão 7A, está custando R$2.000,00. Pagar dois mil reais por uma bolsa de produção extensa, réplica, e que será impossível de ser revendida depois, é burrice. 

    Enfim, repito: não é o fato de usar uma réplica, mas sim a burrice em pagar caro por um produto que será impossível de ser repassado. 

    • Olá Fiorella! Concordo que comprar um réplica pensando em revender seja burrice. Mas o que vejo muito aqui no site é meninas que querem uma réplica porque não podem comprar a original e querem mantê-la. Beijos!

  16. Amanda, parabéns pelo texto! 

    Muito melhor que varios livros que tratam da altoestima,rs. 

    Compartilho da mesma ideia, de que devemos usar algo que nos agrade, independente do que os outros irão achar.  Infelizmente, muitas vezes, nos deixamos levar pela opinião pública e excluímos o nosso eu. 

    Não me importo com marcas, mas sim o que me agrada. Acho absurdo o preço das bolsas das grandes marcas, e até um tempo atrás não teria coragem de comprar.

    Mas o desejo anda batendo, por uma bolsa específica da lV. já pensei em comprar uma réplica de primeira linha, pois acho que tudo tem limites. Comprar um réplica ruim, de má qualidade, acho que não me sentiria bem. 

    Mas sou da opinião que se eu gostar, eu compro,simples assim. 

    Vou pesquisar os sites de réplicas que vc indicou. 

    Amei vc ter compartilhado a história da Chanel. Obrigada. Linda história. Não tenho dúvidas de que seu marido dará uma bolsa de presente (ou já deu), após ler o seu texto. 

    Amei tanto ler o teu texto, que irei acompanhar outros mais. 

    Fica com Deus. 

    Bjo. 

    • Olá Elis!! Fiquei muito feliz em ler seu comentário!! Espero sempre que meus textos “falem” com você como esse falou! Ganhei meu dia, viu? Beijo grande 😉

  17. É, eu acho que cafona não é a palavra correta, talvez "querer comer presunto e arrotar caviar", cafona, acho que é algo fora de moda, de contexto, enfim, quando a mulher está usando algo que não está combinando com o visual… mas não acho ruim usar bolsas réplicas, mas infelizmente tem mulheres que escolhem super mal e dizem que é legítima, isso é totalmente desagradável, porque existem réplicas muito ruins no mercado, que de cara você nota que não é legítima, mas não sou contra quem usa. Eu ainda não usei porque não achei réplicas boas e porque 1 vez por ano tento ir para fora do país e comprar algumas coisinhas, mas bolsas ainda não comprei, rs. Acredita?? Não achei preços em conta ainda, mas um ano que estiver mais abonada irei comprar, rs. Beijinhossss!!

    • Valeu pelo relato Marcela!! Esse é um assunto que desperta tantaaaas posições e pontos de vista. Gosto dessa conversa engajada. Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *