42

As Quatro Estações do Amor

Casamento & Amor

Uma Crônica Sobre as Quatro Estações do Amor

 

Já percebi que certas coisas que acontecem na minha vida ou na vida de outros que estão à minha volta me contagiam de tal maneira que, quando percebo, começo a divagar e acabo por escrever esses pensamentos soltos em formato de crônica. Essa daqui foi inspirada em uma grande amiga cujo o casamento de quase 20 anos passa, pelo que chamo aqui, de inverno. A história dela mexeu tanto comigo que resolvi escrever. Lá vai…

casamento

 

Certa vez li que o ato de viver a vida é semelhante ao passar das estações. Às vezes vivenciamos períodos intensos de primavera ou verão, nos chateamos e perdemos a paciência com as persistentes passagens de outono e nos amarguramos e desesperamos nos períodos de inverno. Porém, não percebemos que assim como as estações do ano, essas passagens são cíclicas e passageiras. Além do mais, elas sempre trazem consigo valiosas lições a serem aprendidas.

E nessa rota cíclica, o casamento parece seguir lógica semelhante.

Todo relacionamento parece passar de tempos em tempos por períodos cíclicos ou estações. Alguns relacionamentos parecem se delongar mais em uma estação do que outra, no entanto, TODOS  inevitavelmente experimentam o período de inverno.

 

amor

 

A grande verdade nisso tudo é que ninguém gosta de passar por esse período, principalmente, dado a dureza ou frieza que esse período traz para nós. Um casamento quando passa pelo seu inverno dá a impressão, à primeira vista, que o mesmo acabou, já que a beleza das flores e frutos que existia outrora não existe mais, e para que olha o relacionamento, este lhe parece morto. A impressão que temos é que nada resta, só falta. Pergunta-se, então, onde está o amor – e se até mesmo o amor chegou de fato a existir, porém, muitos casais, na dúvida da resposta, acabam por se separar antes mesmo que a estação de inverno se finde.

 

O inverno de um casamento é tenso, sombrio, e seco. Não há alegria, cor, emoção. Esses sentimentos só parecem estar presentes enquanto o casal vive a sua primavera. Falta a “paixonite”, o frio na barriga, o ardor quente da paixão vivida na pele. Momentos esses vivenciados apenas quando passamos pelo tão adorado verão. No outono, porém, parece que as coisas tornam-se amenas, insossas, mas ainda sim, estáveis.  É aquele momento que achamos que o amor está morno.

 

amor

 

Dessa forma, sabemos que o momento mais temido pelos casais é o inverno que desemboca invevitávelmente após o outono. Todos nós temos medo dele! Ele nos rouba a alegria, ele nos rouba a esperança e nos enche de dúvida. Esse medo vem, pois acabamos nos perguntando se conseguiríamos sobreviver a ele, e sempre que o casal acha que isso não será possível, o relacionamento desaba e se desfaz. Então, parece que submergimos a um período de esterilidade da alma. É difícil de sentir qualquer coisa que não seja a dor.

 

No entanto, o que muitos não atentam, é que o inverno, assim como as outras estações, também irá passar. E que, assim como é na natureza, o inverno é um momento de hibernação, gestação e preparação para “o novo”. Essa gestação no relacionamento será vital para uma nova fase vir a ser vivenciada pelo casal. De maneira que passar pelo inverno acaba nos servindo como um momento de balanço no qual reavaliamos tudo, para assim, mantermos o que é bom e renovar e melhorar o que não é.

amor

 

Casais que passam invernos juntos se fortalecem, viram pedra forte, relacionamento forte. Esses casais tendem a descobrir na próxima primavera o beijo renovado do amor, a paixão intensa do verão, e ainda mais: conseguem também lançar raízes mais fortes no solo do relacionamento. E isso tudo parece tornar o relacionamento recém-refeito das cinzas, mais prazeroso, mais feliz, e acima de tudo, frutífero! Frutífero, não só no sentido dos filhos que geram, mas sim também no sentimento que criam e perpetuam um no outro, uma verdadeira flor de amor-perfeito que sobrevive às quatro estações.

 

amor

 

Espero que tenham gostado!

Beijo grande!

Assinatura-real

 

 

 

 

 

Créditos de Imagem:

https://www.flickr.com/photos/rkramer62/14647751643/

https://www.flickr.com/photos/seyyed_mostafa_zamani/4259815196/

https://www.flickr.com/photos/22746515@N02/8437606641/

https://www.flickr.com/photos/115115282@N04/17052790339/

https://www.flickr.com/photos/bencremin/13885917902/

 

 

 

42 Comments

  1. Uau, que texto lindo! Caramba, como em um texto você conseguiu explicar tão bem todas as fases do amor de um casal… Que lindo, já estive a viver por quase todas elas e não é fácil, mas quando as piores estações passam como você disse tudo melhora e foi assim comigo!

    Lindo texto, beijocas!

    • Olá Caroline! Obrigado pela visita! Que bom que gostou do texto. Eu gosto muiiito de escrever e às vezes me empolgo demais. Risos. Beijo grande!

  2. Que texto lindo… amei a analogia usada… Gostei mesmo… É muito cômodo enxergar o inverno como o fim de tudo… Mesmo que ele seja frio e rigoroso, ele também vai passar, e o novo ciclo se inicia… Temos que ser fortes para aguentar esse frio, aguardando o calorzinho que virá! rsrsrs
    Beijinhos – Au Revoir!
    http://www.vidaemrosa.com

  3. Olá Paloma!! Que bom que gostou do texto!! Relacionamentos nem de perto são fáceis, porém se é amor de verdade acredito que sempre valha a pena insistir. Beijo grande!

     

  4. amanda vc tem um dom para escrever. Eu fiquei mto emocionada com a mensagem. mto lindo o texto.

  5. Lindo texto , o casamento e bem assim mesmo como as estações do ano ,ler este texto nos faz refletir mais em tal semelhança e nos emocionae … Que Deus te abencoe Amanda e parabens

  6. Parabéns pelo artigo muito bem escrito e com boas ideias sobre amor e as quatro estações do ano.

    O amor e feito de companherismo e boas atitudes de seus parceiros.

  7. Bastante apropriada a matéria. Nessa época de impaciência em que queremos resolver tudo na hora comparar as crises às estações é bem vindo.

    Nos momentos ruins, lembrar que eles vão passar é consolador. Também lembrar dos momentos bons do passado e resistir.

    Espero que aqueles que pensam no divórcio possam se inspirar com sua matéria.

    • Olá Rodrigo!

      Obrigado pelo comentário! Fico feliz que tenha gostado do texto. Amar e Casamento são coisas muitooo complexas. Por isso achei apropriado escrever sobre o tema. Beijo grande!

  8. A mais pura verdade. Amei o artigo, pois o verdadeiro amor não existe só com o que é bom, ou seja, quem ama deve aprender a suportar até mesmo o lado ruim de um relacionamento…

  9. Muito bom o artigo, bem esclarecedor, acredito que a maioria dos maridos, 
    além de ficarem distantes das esposas em períodos de "inverno", na mudança de
    estação, mais quente, sentem-se inseguros numa reaproximação com as esposas.

    Muito das vezes é papel fundamental para elas entrar em ação e reconquistarem seus maridos. 

    Manter um bom casamento pode não ser fácil mas superar as dificuldades o faz cada
    vez mais forte.
     

  10. Perfeito. Como diria Ned Stark "The winter is comming" hahahah. Todo mundo fica achando que casamento é um mar de rosas. Acho que a ideia que é mostrarda a respeito de uma relaão e muito errado. Como esse lance de felizes para sempre é confundido com felizes o tempo todod, quando inverno chega todods acahm que é o fim, quando na verdade é uma oportunidade de firmar o casamento mais ainda. Parabens pelas liads palavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *